skip to Main Content
Como Economizar Com A Logística De Uma Editora?

Como economizar com a logística de uma editora?

Você sabia que é possível economizar com a logística de uma editora e que esse processo é fundamental para o sucesso?

A melhoria da logística de uma empresa é necessária para que seja possível realizar avanços significativos na rotina e nos ganhos do negócio. Para isso, é importante, antes de tudo, realizar um bom planejamento, com enfoque nos projetos que a organização pretende trabalhar.

Um projeto pode ser visto, de acordo com o Guia PMBOK, como um esforço temporário, com data de início e fim, empreendido para criar um produto, serviço ou resultado exclusivo.

Dessa forma, é preciso encontrar métodos para aumentar a eficiência produtiva, de forma que seja possível ter vantagens competitivas em relação aos concorrentes. Uma maneira adequada de realizar isso é por meio do gerenciamento da logística.

Diante desse cenário, existem algumas estratégias que podem auxiliar na economia com a logística de uma editora. Confira!

Realização do gerenciamento eficaz dos novos projetos

Quando se trata dos processos de uma editora, é preciso ter em mente que cada publicação é um novo projeto. Dessa forma, é preciso conhecer questões importantes sobre cada um deles.

O Termo de Abertura do Projeto (TAP) (ou Project Charter, em inglês) é uma ferramenta simples, e serve para responder a algumas questões essenciais sobre os desejos referentes à movimentação editorial, comercial, logística e assim por diante.

Ou seja, é uma forma de se organizar a respeito desses novos projetos. Com isso, será possível economizar tempo e melhorar algumas etapas de produção e logística, tendo um melhor planejamento e possibilitando que a economia se torne uma consequência.

Além disso, com esses documentos, pode ser feito um planejamento inicial diferenciado. Ao fim do projeto, será possível perceber o que foi realizado e o que foi planejado, verificando os problemas e as dificuldades que apareceram ao longo do tempo. A análise dessas falhas garantirá que elas não voltem a ocorrer no futuro.

Compreender a Estrutura Analítica dos Projetos

Para economizar com a logística de uma editora, é preciso conhecer exatamente quanto está sendo gasto nos projetos, tanto na questão financeira quanto em seu tempo de execução. Afinal, um projeto editorial possui diversas etapas, passando por diferentes profissionais e, até mesmo, pelo trabalho de terceiros.

A Estrutura Analítica do Projeto (EAP) é uma maneira de realizar esse gerenciamento. A EAP pode ser vista como uma decomposição hierárquica orientada à entrega de trabalho a ser executado pela equipe do projeto para atingir os objetivos.

Dessa forma, você irá dividir as principais fases do projeto (com divisão dos pacotes de trabalho entre os profissionais, estabelecendo os prazos e custos). Isso pode ser realizado tanto em uma planilha como em softwares específicos.

Com essa divisão, será possível compreender todo o desenvolvimento do projeto, suas etapas e, claro, os custos.

Fique atento às previsões de demanda

Nas empresas, a previsão de demanda é algo fundamental para o bom funcionamento de sua logística. Para as editoras, isso não é diferente. O problema é que, com elas, fica mais desafiador realizar uma boa previsão. Afinal, cada novo projeto editorial pode surpreender.

Mas, mesmo com tamanha imprevisibilidade do setor, será necessário focar os esforços para realizar uma boa previsão de demanda, evitando desperdícios e perdas significativas e gerando economias com a logística de uma editora.

Para melhorar as previsões de demanda, é interessante analisar os dados passados, fazendo comparações entre os projetos (levando em consideração suas similaridades). Assim, a tiragem dos exemplares pode aumentar ou diminuir, de acordo com a sua possibilidade de sucesso.

Por mais que seja difícil acertar, ao analisar os dados, passa a ser mais fácil compreender a probabilidade de sucesso de cada projeto, reduzindo o desperdício e o gasto de dinheiro.

Compartilhe os dados do projeto com os envolvidos

Cada projeto realizado em uma editora envolve muito profissionais, e realizar o gerenciamento e a integração deles não é algo simples.

Para melhorar a logística de uma editora, é interessante fazer uma integração dos dados do projeto, compartilhando informações relevantes quanto ao funcionamento de cada etapa, para que, assim, cada integrante possa demonstrar e compreender como está o projeto como um todo.

Para economizar com a logística de uma editora, invista em automação

Pode parecer contraditório, mas, muitas vezes, para economizar é preciso investir. A automação pode otimizar seus processos internos, o tempo produtivo de sua equipe e a sua verba. Por meio dela, é possível evitar retrabalhos, duplicação de tarefas e diversos erros em sua cadeia logística.

Por exemplo, o uso de um software para o recebimento e a conferência dos livros quando chegam da gráfica, uma armazenagem inteligente dos itens em seu estoque, um bom controle de expedição, do transporte e da entrega dos itens para o mercado: tudo isso, quando devidamente registrado e acompanhado em tempo real em um programa, ajuda sua editora a economizar e a otimizar seus processos logísticos.

Lembre-se: só é possível melhorar o que pode ser medido. Para economizar com a logística de uma editora, é preciso registrar todas as suas etapas operacionais, tornando possível a identificação de gargalos que estejam comprometendo a sua eficiência e gerando desperdício de seus recursos.

E você, o que achou das dicas de como melhorar a logística de uma editora? Ficou com alguma dúvida? Compartilhe conosco nos comentários ou entre em contato com a Confirma Contábil.

Sucesso e até a próxima

Até a próxima!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back To Top